sexta-feira, 22 de abril de 2016

Conselhos para recomendar um sistema de vídeo vigilância

A oferta de serviços de segurança e vídeo vigilância  tem crescido significativamente nos últimos anos. Dada a variedade de propostas da parte dos fabricantes e criadores de soluções de vigilância por vídeo, os integradores devem tomar decisões para seus clientes de todas as dimensões, sejam pequenos comércios, pequenas e médias empresas até às grandes companhias que precisam monitorizar e gravar os movimentos de clientes e veículos, stocks e propriedades. O vídeo também exige sistemas de vigilância urbana que fornecem imagens de vídeo de alta resolução e velocidade no momento da captura tanto de cenas em geral, como nos menores e mínimos detalhes.
Neste especial relatório, produzido pelo Departamento de Suporte Técnico AirLive, são analisados alguns aspectos importantes a ter em conta no momento de sugerir e aconselhar a implementação de um sistema de vídeo vigilância.

A câmera é o último link do sistema de vigilância de vídeo?

Na verdade, a câmera é o equipamento mais visível num sistema de vigilância por vídeo. Sem a câmera não há imagens ou vídeos que permitam verificar o que acontece no cenário focado. Mas no momento de pensar na sua instalação deve-se ter em conta aspectos tais como o fornecimento de energia, o alcance dos equipamentos centrais do sistema de monitorização, armazenamento, entre outros.
Noutras palavras, a que infra-estrutura será conectada a câmera. Aqui se tornam importantes os switches e os equipamentos wireless. Suas capacidades dependem, nada mais nada menos, das
próprias câmaras.

Funções inteligentes incorporados (IVS)

Outro aspecto importante é recomendar câmeras que incorporem funcionalidades inteligentes e um sensor PIR, permitindo implementar um sistema de vídeo vigilância com serviços, tais como a vedação eletrónica (e-fence) a criação de zonas de restrição, controle de temperatura e humidade, contagem de pessoas e áudio bidirecional , relatórios estatísticos, entre outros. Esses recursos já estão disponíveis nas novas gerações de câmeras embora nem todos os fornecedores tenham tido tempo para as projetar ou aplicá-las. Estas câmeras são ideais para o retalho e lojas que precisem automatizar algumas funções na administração das suas instalações.
Por suas capacidades podem se converter em assistente dos encarregados das lojas e de outros estabelecimentos comerciais. Inclusivamente é possível você aceder através de uma aplicação standard para telefones inteligentes e ver tudo o que acontece no interior e até à entrada principal. As funções inteligentes já estão presentes tanto em câmaras para habitações como para grandes empresas.

Em que cenario se vai instalar o sistema de vídeo vigilância? interior ou exterior?

A instalação de um sistema de vídeo vigilância é algo bastante comum dentro de uma habitação. Há diversas opções para analisar antes de tomar a decisão de compra. Até à pouco tempo, o mais importante era considerar a resolução que permitiria examinar com nitidêz tanto as imagens dos vídeos gravados como o que estava sucedendo ao vivo. Mas isso não é suficiente. Nos últimos meses, foram desenvolvidas câmeras cubo com resolução de 3 megapixels (a geração anterior de câmeras para casa chegava a 2 megapixels) e funções inteligentes incorporadas. Finalmente, você deve avaliar se a residência tem um parque, jardim ou estacionamento. Nesse caso, você necessitará instalar pelo menos uma câmera com caixa para exterior com IR LED para monitorizar em horários nocturnos e garantir assim a vigilância, mesmo em cenários de escuridão.
Por outro lado, em cenários de exterior, existem câmaras Bullet e dome que podem ser instaladas de maneira combinada, por exemplo, num cruzamento de avenidas, três Bullet (Bala) e uma dome (cúpula).
As câmeras bullet têm incorporada focagem inteligente, zoom, análise de vídeo, estabilização digital de vídeo (para evitar as vibrações) e modo corredor para entregar imagens de alta qualidade e aumentar o desempenho do sistema de vídeo vigilância. Estas funções são a chave para soluções profissionais. A característica técnica indespensável é a incorporação de um sensor CMOS 3 megapixel incorporado e lente 3.5X para focagem inteligente/zoom motorizado, proporcionando alta qualidade de vídeo e vários ângulos de visualização-
Um aspecto crítico é o suporte para ambientes adversos e a prevenção de actos de vandalismo. Para isso, a câmera deve ter uma caixa IP66 e IK10, assim como a protecção do cabo através do suporte. Além disso, estas câmeras devem funcionar dia e noite com filtro de corte IR mecânico  (ICR)  e LED IR inteligente pelo menos de 25 metros.
Uma grande vantagem da câmera bullet com zoom motorizado é a possibilidade da adaptar a focagem através da configuração web da câmara, sem a necessidade de a ajustar como as câmeras clássicas de focagem manual, que requerem de uma pessoa perto da câmera e ajustar a focagem manualmente.

Para que instalar uma dome?

O sistema de vídeo vigilância exigirá 3 megapixel scan progressivo mecanismo pan / tilt de alta velocidade e precisão, o mais apropriado será a instalação de uma dome (cúpula). Enquanto as câmeras bullet (bala) são equipamentos de alta capacidade, as domes de alta velocidade permitem completar o sistema de vídeo vigilância mediante a função de seguimento inteligente incorporada (Smart Tracking). Este recurso pode ser configurado para detectar automáticamente um intruso ou movimento irregular de um objeto dentro de uma área restrita, como bancos fora do horário de abertura ao público, bairros durante a noite, entre outros.
Com norma e suporte de uma ampla faixa de temperatura com suporte de alimentação PoE + IP66, a dome tem uma excelente capacidade para ambientes hostis no exterior.
O mecanismo pan/tilt  de alta velocidade ajuda a verificar e focar com facilidade, enquanto a sua resolução de 3 megapixels é 1,5 vezes mais nítida do que Full HD. Com 3MP 30FPS a 60FPS e 1080P, a dome é
capaz de capturar todos os detalhes com grande clareza.

Multifuncionalidade e potencia wireless

A potência do rádio integrada nos equipamentos de conectividade wireless, seja para cenários interiores ou exteriores, permite aos integradores fornecerem produtos que satisfaçam as diferentes necessidades de conectividade tanto em curtas como longas distâncias. Este é um aspecto extremamente importante no momento de suportar um sistema de vídeo vigilância wireless. Nos vários modos de operação, existem equipamentos de rede que resolvem vários cenários com o mesmo produto, incluindo opções para suportar equipamento anexos através de PoE para o dispositivos  wireless, como outro similar para fazer um wireless, ou uma câmara para fazer um ponto vigilância remota. Neste ponto, os integradores devem parar e analisar as especificações técnicas, tanto nas suas vantagens como nas suas limitações, porque destas dependem a estabilidade e o alcance da solução oferecida. Atualmente, a grande maioria das marcas com boa presença no mercado, optam por um modelo de negócio oposto, ou seja, grande variedade de equipamentos e limitações técnicas nestes dois ramos chave de soluções wireless.

Preparado para os últimos avanços tecnológicos

A chegada das redes 4G na região obriga a que tenha em conta os novos projectos de vídeo vigilância. Neste sentido, as soluções de vigilância de exterior exigem equipamentos de rádio com soluções integradas para redes 4G / LTE com conectividade wireless.
Suas capacidades são úteis tanto para obter uma conexão de rede instantânea ou um acesso ao sistema de vigilância em ambientes externos adversos, onde os cabos estendidos representam um desperdício de tempo e dinheiro. Já existem equipamentos tanto para provedores de telecomunicações, integradores de sistemas e WISP (Internet Service Provider).
Por exemplo, se o que deseja é instalar câmeras IP em locais remotos ou onde é difícil chegar a uma ligação à Internet, um equipamento de CPE é a melhor solução, porque permite conectar as câmeras IP a servidores de gravação remota e, ao mesmo tempo, os utilizadores podem ter vídeos ao vivo em qualquer lugar através da Internet.
Outra aplicação é fornecer serviço de Internet em eventos no exterior. Com suas antenas poderosas e sensíveis podem receber o sinal 4G / 3G longe e muito melhor do que os telefones celulares, entregando WiFi em grandes áreas.
Além disso, com respeito às soluções PoE que coexistem com um sistema de vigilância IP, já existem switches que permitem aos utilizadores criar topologias gráficas dentro da mesma configuração IP do switch. Desta forma, a solução torna-se muito mais fácil de administrar para os gestores da rede.
A presença da fonte de alimentação via Power Over Ethernet é a chave para o funcionamento das câmeras que já possuam essa conexão instalada. Embora seja possível levar energia à câmara através de um cabo de rede, as câmeras de vídeo vigilância já dispõem de conexão POE (através do mesmo cabo de dados) com o qual é possível instalar, mesmo sem nenhuma rede AC ou DC cablada. A  recomendação mais adequada é instalar câmeras com porta PoE.

Que fornecedor é o mais conveniente?

Neste ponto, é importante trabalhar com fornecedores que disponham uma ampla gama de produtos que permitam instalar um sistema de vídeo vigilância completo. Não apenas fabriquem câmeras para todos os ambientes, mas também desenvolvam equipamentos de conectividade interior e exterior (router AP, CPEs, switches PoE com gestão) que tenham alta potencia, alcance, rebustêz e velocidade, soluções de armazenamento, software de vídeo vigilância. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário